escoladatopografia 400x100

GNSS – Sistemas Globais de Posicionamento por Satélite

GNSS

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

GNSS – Sistemas Globais de Posicionamento por Satélite

Os Sistemas Globais de Posicionamento por Satélite (GNSS: Global Navigation Satellite Sistems), visam fornecer aos utilizadores a determinação instantânea de posição em qualquer condição atmosférica e localização geográfica 

Os pioneiros GPS e GLONASS foram desenvolvidos de maneira concomitante e independente, seguidos pelos sistemas Galileo e BDS. 

O GNSS compreende também sistemas de cobertura regional, que inclui os sistemas regionais de navegação por satélite (Regional Navigation Satellite Systems – RNSS) além dos sistemas de aumento baseados tanto em satélites (Satellite-Based Augmentation System – SBAS), quanto em estações terrestres (Ground-Based Augmentation System – GBAS).

GPS

Desenvolvido e controlado pelos Estados Unidos da América, o GPS foi declarado operacional no ano de 1995.

Inicialmente o sistema possuía as portadoras L1 e L2, sendo que apenas o código P (Preciso ou Protegido), reservado para usos militares e usuários autorizados, era transmitido em L2.

Atualmente, são transmitidos os sinais civis L2C (Portadora L2), L5C (L5), e um quarto sinal civil em L1 (L1C).

 GLONASS

O GLONASS é o sistema global desenvolvido pela antiga União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS) e atualmente operado pela Rússia. De forma similar ao GPS, foi criado com fins militares e expandido para uso civil .

Também similar ao sistema GPS, a princípio a segunda portadora era designada somente para usuários autorizados.

Gerações GLONASS

GLONASS-M: sinal civil na portadora L2 .

GLONASS-K1: nova portadora L3, CDMA.

GLONASS-K2: contará com a tecnologia CDMA também nas portadoras L1 e L2.

>> Leia também: Redes geodésicas de monitoramento contínuo

 GALILEO

O Galileo foi a primeira alternativa completamente civil, desenvolvido pela União Europeia.

Pelos diferentes sinais são ofereceridos três tipos de serviço de posicionamento:

  • OS(Open Service)para posicionamento civil;
  • PRS (Public Regulated Service) serviço restrito a usuários autorizados pelo governo;
  • e CS (Commercial Service) serviço pago.

Os satélites Galileo também dão suporte ao Cospas-Sarsat, um serviço de busca e resgate internacional liderado pelos Estados Unidos, Rússia, Canadá e França.

BDS

A China, nos anos 1980, decidiu construir seu próprio sistema de navegação por satélite em três fases:

BDS-1, ocorreu entre os anos de 2000-2003 para demonstração do sistema.

BDS-2, fase regional do sistema, iniciada em 2004 e declarada operacional em 2012.

BDS-3, constelação global completa em 2020, quando o sistema foi declarado operacional.

São transmitidos sinais abertos e autorizados em três frequências, denominadas de B1, B2, B3.

>> Leia também: Tipos de rádio para o trabalho com  RTK

Presente e futuro

Do GPS e GLONASS, lançados inicialmente com fins militares, tem-se hoje disponíveis quatro sistemas globais quase completos, além dos diversos sistemas de aumento regionais já lançados e em desenvolvimento.

A tecnologia GNSS possui potencial para ser aprimorada, e novas aplicações para os sinais deverão surgir nos próximos anos.

No Curso de GNSS RTK, você terá contato com toda teoria que envolve este método de levantamento de dados, bem como os erros que podem acontecer durante seu trabalho e como evitá-los.

Além disso terá aulas passo a passo de como instalar e configurar seu equipamento para iniciar seu trabalho de forma correta e segura. Após isso vamos te ensinar a tratar os dados obtidos no pós-processamento.

Garantindo assim um trabalho com mais confiança no campo e no escritório, tanto no Pós-Processado, quanto RTK além de todo embasamento da técnica NTRIP.

>> Saiba mais em: Curso Avançado GNSS

escoladatopografia

2020 Escola da Topografia | Todos os direitos reservados.

×

 

Olá!

Aperte No Botão Abaixo Para Tirar Sua Dúvida!

× Como Posso Te Ajudar?